ABJKDABJKD
Topo
 

Treinamento intensivo em JKD - Viagem aos EUA

Alexander Terra
Professor 4º Grau-Mor - ABJKD
Escola Shien Tao - Sede
Representante Oficial - WNG
Full Instructor - WJKDF

Recentemente tive o grande prazer e a honra de treinar intensamente e pessoalmente com os maiores mestres do Jeet Kune Do do mundo, em Los Angeles e também em Redlands, CA, EUA, juntamente com nosso instrutor Pedro Alves, de Guaxupé/MG.

Foram 15 dias de treinamento intensivo, juntamente com os maiores nomes do JKD mundial, como Yori Nakamura, Dan Inosanto, Richard Bustillo, Jim Sewel, Tim Tackett e Jeremy Linch. Nestes dias, tivemos a oportunidade de conversar e mostrar a cada um destes mestres, o sério trabalho que a Associação Brasileira de Jeet Kune Do vem fazendo no Brasil.

Nosso primeiro local de treinamento ao chegar em Los Angeles foi na Inosanto´s Academy, onde nos matriculamos e treinamos nos dias seguintes todas as aulas que a academia nos autorizou e ofereceu como, Thai Boxing, Majapahit Silat, Filipino Martial Arts e Jeet Kune Do (níveis 1 a 3). Fomos muito bem recebidos e treinamos diretamente com Dan Inosanto, Yori Nakamura e Daniel Lonero (instrutor de Inosanto).

O próximo encontro foi na Wednesday Night Group, em Redlands, CA, onde conhecemos toda a equipe de Tim Tackett (certificado por Dan Inosanto), bem como seu instrutor sênior, Jeremy Linch e também Jim Sewell, ex-aluno de Bruce Lee. Nos apresentamos formalmente e começamos nosso treinamento com Jeremy. Logo todos se mostraram pessoas fantásticas, com muita técnica e extrema dedicação em ensinar o Jeet Kune Do em sua forma correta. Neste grupo eles não usam o termo "Jeet Kune Do Original", mas "Old School JKD".

Um fato interessante foi quando Tim Tackett interrompeu a aula e fez um comentário: "Existem pessoas que são Jeet Kune Do e pessoas que não são. Eu conheço pessoas que treinam esta arte por mais de 10 anos e até hoje não entendem o que é o Jeet Kune Do." - e, apontando para nós, (eu e Pedro), continuou - "Vocês dois, são realmente Jeet Kune Do". Este comentário nos fez ver que o trabalho que temos feito no Brasil tem sido correto e bem direcionado, e mais uma vez confirma a nossa capacidade técnica.

Após o treinamento do primeiro dia, que foi justamente em uma quarta-feira, o grupo fez um "Happy Hour" e nos convidou a participar, nos servindo bebidas. Conversamos com todos por quase duas horas, e pudemos mostrar e falar mais detalhadamente sobre a ABJKD e nossos objetivos. Tim Tackett ouviu atentamente e pudemos concluir que seguimos a mesma filosofia, metodologia e dedicação ao Jeet Kune Do. Ele ainda disse: "É incrível o que algumas pessoas conseguem fazer sozinhas." - se referindo à mim e ao trabalho que temos feito através da ABJKD. Foi realmente uma honra conhecer este maravilhoso grupo e poder compartilhar conhecimentos, técnicas e ideais.

No dia seguinte fomos até a IMB Academy (International Martial Arts and Boxing Academy), onde conhecemos Richard Bustillo, aluno direto de Bruce Lee, que para nossa felicidade e surpresa, ficou conversando conosco por quase duas horas, e depois nos convidou para suas aulas de Jeet Kune Do, que é claro, aceitamos. O treinamento de Bustillo foi intenso e bastante puxado... realmente puxado!!!

Após analisar nossas técnicas, percebi que Bustillo estava gostando do que via, pois tudo o que ele nos mostrava nós fazíamos corretamente. Houve um momento em que um aluno fez um comentário com ele sobre a velocidade com que eu estava fazendo as técnicas, então ele respondeu prontamente: "Of course, he is instructor in Brazil".

Foi realmente fantástico ouvir isso, pois um dos maiores mestres de Jeet Kune Do estava me elogiando e reconhecendo as técnicas que praticamos no Brasil. O reconhecimento dele foi tão grande que no dia seguinte, após sua aula, ele nos convidou a almoçarmos juntos. Apesar de termos outros compromissos naquela hora, Bustillo foi bem enfático conosco: "This is not an invitation...", ou seja, vocês vão almoçar comigo e ponto final!

Para completar este excepcional encontro, Bustillo não nos deixou pagar sequer um dólar, ficando toda a despesa por sua conta. Isso prova mais uma vez que os grandes mestres tratam o Jeet Kune Do como uma verdadeira família, a qual com certeza, fazemos parte agora.

Em resumo, nosso treinamento foi intercalado entre estas academias no decorrer destes 15 dias. Tivemos também o prazer de conhecer e conversar com a Sra. Fran Joseph, esposa de Jerry Poteet, infelizmente falecido há alguns meses. Ela nos recebeu amavelmente em sua casa, onde pudemos prestar nossas homenagens às cinzas de Jerry, que se encontrava na sala de visitas. Apesar de bastante abalada ainda pelo acontecido, ela nos mostrou algumas técnicas, e explicou como Jerry Poteet transmitia a arte, e foi uma experiência bastante interessante, pois nos mostrou uma visão diferente do Jeet Kune Do.

Bom, concluindo, pudemos perceber que cada um dos ex-alunos de Bruce Lee possui um modo diferente de transmitir o Jeet Kune Do, onde cada um segue sua própria metodologia de ensino. Outro fator que pude perceber claramente, é que mesmo tendo suas diferenças, todos se respeitam mutuamente e confiam em seu potencial, não tendo a necessidade, em nenhum momento de falar mal uns dos outros para se promoverem, como infelizmente temos visto no Brasil, onde alguns praticantes se autodenominam mestres e falam mal de outros praticantes, talvez no intuito de se auto-afirmarem. Isto não acontece somente no Jeet Kune Do, mas em muitas outras artes temos visto a mesma coisa, lamentavelmente...

Nos EUA, o único comentário que ouvi destes mestres foi: "O método JKD que ele ensina é diferente do meu". Nenhum deles também se preocupa a que linhagem você pertence, mas sim se você domina ou não o Jeet Kune Do.

Felizmente a ABJKD tem conduzido o Jeet Kune Do da maneira correta, mantendo sua integridade e não falando mal de ninguém, por pior que esta pessoa seja ou tenha sido. Acho que a lição que todos devem tirar deste artigo é: "Cresça marcialmente por seus méritos, sem passar por cima de ninguém. Faça seu trabalho o melhor possível, e será recompensado".

Esta maneira de pensar e agir fez com que a ABJKD fosse reconhecida por todos estes mestres, e melhor ainda: convidada a representar oficialmente a equipe à qual mais nos identificamos nos EUA: A "Wednesday Night Group".

Agradeço em especial a Tim Tackett, Jeremy Linch, Richard Bustillo, Dan Inosanto e Yori Nakamura, por nos receberem tão prontamente, inclusive em suas casas, e acrescentarem bastante ao nosso conhecimento marcial. Tenham a certeza de que a ABJKD continuará divulgando o Jeet Kune Do no Brasil sempre, de modo honesto e sistematizado, seguindo os conceitos, a filosofia e a metodologia que regem esta maravilhosa arte, além de capacitar, da melhor maneira possível, todos aqueles que nos procurarem e desejarem divulgar o Jeet Kune Do em sua maneira correta e objetiva, ou seja, sem enfeites, "firulas" ou técnicas que não condizem com os ensinamentos originais de Bruce Lee.