ABJKDABJKD
Topo
 

Compromisso e comprometimento: aspectos primordiais do praticante de JKD

Adriano Dutra
Professor 4º Grau-Mor - ABJKD
Equipe Adriano Dutra de Jeet Kune Do
Representante Oficial - WNG

A Associação Brasileira de Jeet Kune Do conta com um grupo seleto e devidamente ligado ao Jeet Kune Do para disseminar o método a todos que mereçam. Merecer é diferente de querer.

Entrar para uma equipe de Jeet Kune Do é muito diferente de se manter nela. Várias vezes pensamos em desistir dos treinos por vários fatores: trabalho, familia, dinheiro.... tempo! Mas na mais cruel das verdades, nada disso é justificável.

Quando queremos algo verdadeiramente, acreditando que isso é realmente importante, fazemos o mundo girar ao contrário para alcançar o que buscamos. Se passar por algum motivo que o tire a vontade de treinar, então pense de novo. Converse, pergunte e encontre soluções. Sempre haverá. Seja um apaixonado pelo que faz. Seja um apaixonado por conhecer, contribuir e retribuir tudo isso.

Antes de entrar em alguma coisa, tenha consciência do seu investimento. Não comercializo o Jeet Kune Do, eu ensino... Para poucas pessoas eu tive que fechar as portas, para outros deixei apenas encostada. Há ainda os que sempre encontrarão as portas abertas, mas para um pequeno montante de pessoas, não há nem portas. Em que grupo você quer estar? Mas sinceramente, em que grupo merece estar?

Cada professor credenciado pela ABJKD está envolvido apaixonadamente pelo método. Esforços hercúleos foram feitos para ocuparmos a posição que temos hoje. Cada um dos professores se indispôs com alguém em algum momento, para poder ir ao treino, enquanto alunos. Namoradas, pais preocupados, amigos que não apostavam na gente, pessoas que rotulavam como brigões e por ai vai. Então sendo árduo e áspero, somente é aceitável uma falta aos treinos, caso tenho ido a óbito. Fora isso, mesmo que você compareça apenas pra dizer que está la para assistir, pois está exausto ou chateado com alguma coisa ou simplesmente com preguiça de treinar, será visto com bons olhos. Nada  mais prazeroso do que uma presença debilitada a uma ausência não justificada.

Se está cansado ou desanimado para ir à academia treinar com seus amigos, sua equipe... busque fôlego no prazer em estar em boa companhia absorvendo o que não ocupará espaço em sua mente: conhecimento! Sou um profundo admirador da persistência e da determinação. Essas duas qualidades são filhas de uma mãe poderosa: a disciplina.

Diz uma história antiga, que os monges trabalhavam arduamente durante todo o dia. Caçavam, construíam, plantavam, levantavam cercas. Isso durante o dia todo... À noite, no começo da noite, quando seus corpos estavam pedindo por banho e uma lugar pra dormir e descansar, eles iam treinar Kung Fu. Treinavam firmemente. Parece coisa de doido, eu sei. Pensar como o corpo pode ser treinado depois de horas de trabalho pesado. Mas quando não sabemos o motivo, tem sempre uma razão: esses monges, doidos aos nossos olhos, diziam que quando o corpo está exausto, somente assim você consegue treinar o espírito. Quando seu corpo exaure, é o momento de trabalhar o que nunca perece.

Pense nisso, e não justifique mais sua ausência. Comparecer aos treinos é muito mais que marcar presença, é reafirmar seu comprometimento e valores éticos. É superar a si mesmo e respeitar aos demais...